Brevíssima reflexâo sobre como assegurar o futuro do Polo

1 mês ago ··0 comments

Brevíssima reflexâo sobre como assegurar o futuro do Polo

O nosso sonho cívico de criar um residência para idosos tem vindo a concretizar-se e a adaptar-se aos desafios da vida.

Numa primeira fase consideramos o Polo como nossa residência, residência quando idosos e prestação de serviços à comunidade. (Centro de dia e apoio domiciliário, entre outros).

Como só menos de meia dúzia de cooperadores veio residir no Polo, evoluiu no sentido de uma instituição de serviços para a terceira idade com valores claros de humanismo e responsabilidade pessoal.

A convivência permanente e a ajuda mútua criam a comunidade do Polo.

O envelhecimento progressivo atinge quase todos e agrava o estado de saúde física e mental. Neste momento já temos 6/7 acamados e isto representa trabalho mais pesado e permanente e mais recursos.

Nesta nova fase do Polo vai ser necessária enorme criatividade, fidelidade aos nossos compromissos e princípios. Nos últimos dez anos fizemos O engenho que demonstrámos nos dois modelos de organização adoptados permitiu-nos, de resto, restituir 50% das entradas pecuniárias. Vamos ganhar.

Artur Azevedo.